Cultura Corporativa

O último desejo e testamento do fundador da empresa, Ludwig Schunk, continua moldando a cultura corporativa da Schunk ainda hoje. Quando Ludwig Schunk faleceu sem deixar herdeiros em 1947, o seu último desejo e testamento estipulam que a fortuna da empresa deveria ser colocada a serviço dos seus colaboradores. A Fundação Ludwig Schunk foi formada como proprietária do capital e continua sendo hoje a único acionista do Grupo Schunk. O desejo de Ludwig Schunk estipula o desenvolvimento sustentável da empresa e a preservação da sua independência. Crescimento estável organizado, uma grande estabilidade econômica e o mais alto grau de dedicação à nossa qualidade, são a pedra angular do sucesso dos nossos produtos e nossa tecnologia. Hoje – mais de 100 anos depois da sua fundação – nós continuamos a oferecer aos nossos funcionários garantia de emprego estável e servimos aos nossos clientes como parceiro e fornecedor confiável. <